segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Palavras

Bom dia, gente bonita!

Hoje o post vai ser sobre algo que tenho praticado muito, devido a falta de tempo para me dedicar aos elementos que facilitam o fortalecimento energético: palavras.

Sempre escutamos sobre o poder das palavras mas não entendemos bem o porquê. 

Gente, as palavras concretizam no plano físico todas as suas intenções. Não é à toa que são através delas que nos comunicamos - sejam elas pronunciadas pela boca ou por gestos.

Qual é o valor energético disso?

Todo meio de comunicação, por justamente ter a finalidade de ser um veículo para que as pessoas se comuniquem, emana energia. Emana energia porque enviamos sentimentos e intenções através do que expomos, certo? Se desejamos feliz aniversário para um aniversariante no Facebook, o receptor capta aquele desejo seu. Quando você escreveu aquilo, você dedicou tempo e energia para felicitá-lo, nem que fossem poucos segundos. E, como isso se concretizou em energia, você provavelmente receberá gratidão de volta. É a Lei do Retorno!

Se você deseja bom dia a alguém, as chances de receber um bom dia de volta são grandes, certo? As chances de você ser bem tratado quando você também trata bem, são também grandes.

Por isso, eu gostaria de propor a vocês isto que faço diariamente: projetem para o mundo o que você quer que pensem de você. Principalmente o que VOCÊ quer pensar de SI MESMO.

Como? 

Falem para si mesmo o que vocês querem.  Se você está doente, diga em voz alta que você é saudável ou que sua cura já está acontecendo. Se está passando por dificuldades financeiras, diga que você tem todos os recursos para crescer. Se está com dificuldade de aprendizado, diga que você é inteligente e que é perfeitamente capaz. Diga que está sempre disposto a aprender com suas falhas, que sua vida é maravilhosa. Se está desempregado, diga que você já está chegando no seu trabalho e que seu trabalho está chegando até você. Ele está lá, você só ainda não o conhece, mas você já está a caminho.

Projetem!

Uma vez de manhã acordei com um humor péssimo e comecei a falar: "Meu humor está ótimo. O dia está lindo, tudo será maravilhoso... Minha vida é linda! Eu sou bonita, meus planos só dão certo e eu tenho tudo para meu dia ser estupendo..." e por aí foi. Pois meu humor ficou ótimo! Plantei, colhi. Simples.

Façam este exercício! Projetem para o mundo o que vocês querem de si, o que vocês esperam de si. Mas façam assim mesmo: como se já acontecesse. Está acontecendo, basta acreditar e transformar! Tomar a atitude. Eu estava no meu período menstrual desde julho, com complicações hormonais e desde que comecei a projetar "Estou curada. Meu útero é saudável, não tenho nada que me atrapalhe na minha saúde...", a menstruação cessou rapidamente! Fiz por onde no plano físico, claro. Estou na reeducação alimentar - que atrapalhava meus hormônios - e fui ao médico. Não estou sob efeito de medicamento, mas fiz exames para ver o que eu tinha. E... e... puft! Cadê menstruação? 


Compartilhem os resultados nos comentários! 

Fiquem com uma música dos Titãs que é bem bacana chamada Palavras para curtirem a vibe do assunto de hoje! :)))))


Artista: Titãs
Música: Palavras
Link da música: Ouça aqui!

Palavras não são más
Palavras não são quentes
Palavras são iguais
Sendo diferentes
Palavras não são frias
Palavras não são boas
Os números pra os dias
E os nomes pra as pessoas

Palavras eu preciso
Preciso com urgência
Palavras que se usem
em caso de emergência
Dizer o que se sente
Cumprir uma sentença
Palavras que se diz
Se diz e não se pensa

Palavras não tem cor
Palavras não tem culpa
Palavras de amor
Pra pedir desculpas
Palavras doentias
Páginas rasgadas

Palavras não se curam
Certas ou erradas
Palavras são sombras
As sombras viram jogos
Palavras pra brincar
Brinquedos quebram logo

Palavras pra esquecer
Versos que repito
Palavras pra dizer
De novo o que foi dito

Todas as folhas em branco
Todos os livros fechados
Tudo com todas as letras
Nada de novo debaixo do Sol



domingo, 6 de setembro de 2015

Espiritualidade no cotidiano

Bom dia, gente linda!

Eu sei que o blog ficou paradinho por uns tempos, mas a vida está muitíssimo corrida. Peço perdão! São afazeres, estudos, compromissos, coisas que exigem uma Juliana em mitose constante para dar conta.
Iniciei uma nova faculdade, estou me empenhando ao máximo no meu trabalho, e ainda tenho pendências de saúde e do outro curso de faculdade para resolver. E agora, ainda tem o casamento! Eita lasqueira!

E aí no meio desse mafuá, todos pensam: cadê a espiritualidade a ser vivenciada nisso? Como pensarmos em banhos de ervas, em orações, em elevarmos nossas mentes com a vida tão atribulada?

É questão de exercício, no início. Depois, flui naturalmente. Vira hábito o ato de se elevar. 

Elevar-se deixa de ser trabalho quando se quer se sentir bem consigo mesmo. A espiritualidade e a experiência de bem estar estão ligados intimamente. Você sabe quando está em harmonia consigo mesmo e em contato com o Alto quando toma decisões que você sabe que serão benéficas para você mesmo e para pessoas ao seu redor e isto, nas vivências dos dias. Para isso, é necessário dedicar-se sempre ao autoconhecimento. Só assim você pode ter uma noção se suas atitudes te gerarão bem estar ou não. 

Para além dos banhos de ervas, defumações, velas e mandingas, o mais importante é manter o coração e a mente puras. Afinal, quando agregamos negatividades, estas negatividades são nada mais nada menos que nossas próprias projeções negativas que refletem nos outros e retornam para nós. E este "vai-e-volta" de energias produz negativismos. Simples assim. E é o mesmo sistema com a energia positiva e benéfica. Desejar bom dia para alguém é colher bom dia. Desejar que a pessoa se lasque, é colher você mesmo lascado. 

Você que acredita que uma pessoa "te rogou praga", acredite: banhos, defumações, orações, todos esses recursos só serão válidos quando você mesmo ter a consciência de que essas coisas não atingem em sua totalidade quem não dá moral para isso. A pessoa pode até sentir uma dor de cabeça sem explicação mas que logo cessará porque se ela está conectada com o alto e consigo mesma, procurará se cuidar imediatamente. Se por acaso você começar a justificar que toda dor ou desconforto tem origem em um ebó, em uma intenção ruim direcionada a você, é porque de alguma forma você se sintoniza com aquela intenção também e tende a não ser responsável pelos seus próprios atos. É mais cômodo culpabilizar o outro. 

Elevar-se é sempre a maior proteção. Você se eleva, se conecta a Deus e toda a proteção divina te fortalecerá e te fará esquecer que esse tipo de fato aconteceu na sua vida, facilitando sua caminhada. 

Não podemos depositar todas as nossas esperanças em um banho de ervas, por exemplo. 
As plantas, criações de Deus, têm suas funções: serem abrigo para nós e outros animais (e pra elas mesmas, muitas vezes), alimento, remédio, fortalecer o espírito e etc. Porém, se você está atrás de uma árvore, emite altos sons e tem como objetivo se esconder de um inimigo, de nada adianta utilizá-la como abrigo. Todos vão saber onde você está e não era a árvore que era ruim. Você é que não soube se comportar. Se está com sede, alimentar-se de uma fruta pode amenizar mas não saciar por completo sua sede. Busque por água. Se você se apega a condições de doença para fugir das suas responsabilidades, de nada adianta querer se utilizar dos princípios medicinais das plantas porque nunca será o suficiente para você. É a mesma coisa com os princípios espirituais das ervas: elas equilibram o espírito, mas só quando você mesmo procura de disciplinar mentalmente e agir de forma sensata no dia-a-dia. 



Para quem está com dificuldades para se elevar, sugiro acender uma vela para seu Anjo Guardião. É simples!

Material:

1 copo d'água (que você não vá usar para beber água de novo... não por te fazer mal mas só para ter separadinho o que é de uso para fortalecer o espírito e o que é de uso comum no cotidiano)
1 vela branca (palito, de 3 dias, de 7 dias... você escolhe)


Modo de fazer:

1) Encha o copo com água
2) Acenda sua vela em um pires
3) Reze orações do seu coração. Não se esqueça: seu Anjo Guardião é luz divina concedida por Deus para sua proteção pessoal. Ele é nada mais, nada menos, que Deus manifestado de forma singular só para você. Reclame, peça, chore, converse abertamente com Ele. Deposite sua fé e esperanças ali. Se eleve, peça ajuda e orientação, intervenção divina na sua vida, no setor que quiser pedir.


Adicional:

Se quiser colocar mel no fundo do pires, seria legal. Por vezes a qualidade da vela não é das melhores e o mel vai barrar se por acaso ela "lamber". Assim como também colocar areia da praia funciona perfeitamente. Fora que o mel, em uso religioso, serve para serenar. Já a areia do mar, para descarregar. Eu sempre coloco ou um, ou outro. 



Pronto! :) Simples, não é?

Assim, meu povo, alcançamos a felicidade! E para você? Como se alcança a felicidade?



quinta-feira, 23 de abril de 2015

Quem está de ronda é São Jorge...

... deixa São Jorge rondar!

Boa tardeeeee, maravilhosos!!

As tarefas andam acumuladas e eu estou aproveitando o dia de Santo Guerreiro pra postar. Esse feriadão carioca me proporcionou um descanso divino! Comecei uma nova carreira como professora de inglês e estou apaixonada. Só que o tempo pro blog acabou ficando curto. Confesso que o tempo também ficou curto pros meus próprios cuidados espirituais, mas o importante é manter as orações em dia, pensamentos, palavras e ações em harmonia e mente elevada!

Vim aproveitar essa folga e o dia de luz pra tratar de um assunto que eu sei que aflige muita gente. 


 "Por que raios uma mironga/simpatia/magia funciona com uma pessoa, mas não comigo?" 


1. Fé

É necessário é sentir a fé correr pelas veias. 
E você me diz: como sentir a fé? A fé é, nada mais, nada menos, a certeza de que vai dar certo. Fé é certeza. A partir do momento que você acredita que os elementos que você está usando como recurso pra "acelerar" aquele pedido, bastará. Se for fazer algo testando o método, é melhor não fazer! 


2. Sintonia

Item importantíssimo! 
Para alcançar um objetivo na vida, podemos escolher vários caminhos. Se eu quiser concluir uma graduação em Medicina, eu tenho um leque de instituições que podem servir como meio para eu alcançar meu objetivo. E cada instituição tem seu perfil, suas nuances, suas ênfases... É a mesma coisa com magia. Se você quiser fortalecer sua saúde através da espiritualidade, você terá um leque de opções. Busque a magia e oração que você mais se sintoniza naquele momento. 


3. Não tenha medo!

Percebo muita gente querendo fazer alguma coisa, acender uma vela que seja, mas não o faz porque tem medo de manipular os elementos. Gente, são só elementos. Muitas vezes, são até temperos de cozinha. Você tem medo de temperar um feijão? Ou tem medo de preparar um frango? O seu objetivo não é fazer uma boa refeição para nutrir seu corpo? Então não tenha medo de colocar folhas de manjericão, por exemplo, num banho. Você nutrirá sua alma. Certo?!


4. Intenção

"Quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece."
Quem não conhece esse ditadinho porreta, não é? O que você deseja implica em consequências positivas e harmônicas pra você e para as pessoas ao seu redor? Alguém sairia prejudicado se sua prece fosse atendida? Cuidado! Use o bom senso. Seus desejos podem te custar caro perante à Lei e a Justiça Divina. Isso vale, principalmente, para os príncipes e donzelas que acham que encontraram o amor da vida, mas o(a) moço(a) nem te dá bola. E é recado também pros pimpolhos que querem derrubar o coleguinha de trabalho. Mamãe disse que isso não se faz! ;)


5. Alegria e gratidão

A fonte da alegria está na gratidão. 
Por Deus ter me acendido a vontade de fazer aquilo para meu benefício e de todos ao meu redor - se faço bem a mim, faço bem ao que me cerca, consequentemente. E também por Deus ter possibilitado toda uma forja de caminhos para que eu hoje estivesse aqui e agora realizando este procedimento magístico. Pouco se fala disso no que diz respeito à magia mas uma coisa que sinto, seja no acender de uma vela, num banho de mar, numa abertura de mandala, num ato de fé qualquer... É a alegria genuína. E coloco este item como regra porque sei que não sou a única a se sentir assim. Essa alegria a gente alcança quando crê que aquilo é para o nosso bem ou para o bem de quem estamos mentalizando. É a alegria de estar simplesmente manipulando aqueles elementos gentilmente concedidos por Deus para nosso benefício. Seja grato pelo conhecimento que te foi confiado e use-o com sabedoria!


6. Ops... E quando noto que algo de ruim aconteceu com alguém ao meu redor, foi culpa minha? 

Tenha uma certeza: nada é por acaso. Sua magia está amparada por Deus e certamente as consequências dela sobre outras pessoas também estão sendo orientadas por Ele. Você pode ser só um meio para que certas coisas acontecessem com mais rapidez a alguém, mesmo sem você querer. Mas não se preocupe: de qualquer forma, nada acometerá você. O que tinha de acontecer com aquela pessoa aconteceria com ou sem suas orações. Nada de se sentir responsabilizado por uma colheita que não é sua! 


Eu resolvi postar isso porque eu percebo muitas pessoas comentando que fazem determinada coisa para si e acham que não adianta de nada. Cada pessoa tem um magnetismo e se sintoniza melhor com uma prática religiosa, com o uso de elementos de acordo com determinadas circunstâncias na vida. Então, o que pode ser maravilhoso para mim, pode ter um efeito menor sobre você e vice versa. Cada humano é singular e tem suas sintonias. Por isso é importante estudarmos bastante os elementos... só assim teremos a consciência do que poderemos usar de acordo com o momento X ou Y. E, é claro, teremos um leque de opções para cada situação. Para descarregar, temos um monte de ervas possíveis, mas que só você pode dizer qual melhor te serve - tanto por afinidade energética quanto físicas... tem gente alérgica a arruda, por exemplo. Além disso, lembre-se: sua responsabilidade aumenta proporcionalmente ao seu conhecimento! Novamente, tenha sapiência. Tudo que usar como elemento, use de forma consciente. Saiba mensurar as quantidades, saiba o que quer com eles. Oração, magia, seja o nome que quiser dar, não tem força quando sua cabeça está no mundo a lua.



Então, para finalizar, eu vou compartilhar com vocês uma mironga de Ogum para fazer neste lindo 23 de abril! 

Esta magia deve ser feita quando você tem em mente um setor da sua vida que precisa desta energia atuante. Ok? 


Magia para abertura de caminhos

Material:

1. Uma vela vermelha palito
2. Mel
3. Noz moscada

Preparo:

Grude a vela em um pires. Besunte-a com mel, usando os dedos, sem exageros. Não, não tem problema se você lamber o dedo quando acabar (só use o bom senso e não lamba sua própria magia, porque né, aí é sem noção!). Salpique noz moscada na vela, de forma que a cubra. Vai ficar meio falhado, claro, mas não tem problema. O importante é a dedicação e a fé! Quando finalizar, acenda a vela. Pode colocar uma folha da planta Espada de São Jorge apoiado junto a esta magia. Peça para que Deus, seus Divinos Tronos e o Trono Regente da Lei Maior se faça presente naquele momento, consagrando todos aqueles elementos e peça para que te traga a ordem, a direção no setor X da sua vida, recolhendo negatividades e adversidades, abrindo possibilidades de crescimento naquela área e mantendo-as abertas para que não te faltem estradas e boas opções para crescer. Faça pedidos do seu coração. Eu finalizei minha prece com uma oração à São Jorge, que tanto gosto. Fica à seu critério! 



Oração a São Jorge

Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem em pensamentos eles possam ter para me fazerem mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua Santa e Divina Graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu Divino e Sagrado Manto, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos. Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.
São Jorge Rogai por nós. Amém!

quinta-feira, 12 de março de 2015

Nutrição para a alma

Bom dia, gente boa!

Faz tanto tempo que não posto, não é? Pois é... a vida tem estado muito corrida. 
Estou em um novo emprego. Este ano está fluindo bem, e está bem intenso. Bem ano de Ogum mesmo! 

Dia 09 de março foi meu aniversário e fui agraciada com muito amor mas assolada pela tristeza do Mestre Rubens Saraceni ter retornado à pátria espiritual. Vejo muitas homenagens emocionantes no Facebook que me tocam o coração. Impressionante como os ensinamentos a partir dele tocaram os nossos corações de forma tão profunda que eu, que nunca o conheci pessoalmente, fiquei extremamente sentida com sua partida. 

Bom, minha gente, hoje eu vim falar sobre a prosperidade. Opa! Mas o que isso tem a ver com nutrição para a alma?

Tudo.

Nossas ações e palavras são pautadas pelos nossos sentimentos e pelo que pensamos. O que nos move é o que está em nosso íntimo. Se uma pessoa está sempre reclamando da vida com os outros, o que será que não está harmônico no interior dela? Que tipo de troca energética ela realiza com as pessoas agindo dessa forma?

Gente, relação social (ou seja, relacionar-se com o outro) nada mais é do que relacionar-se também consigo mesmo. Eu percebo as relações muito egoístas e pessoas pouco dispostas a se doarem ou a se colocarem no lugar dos outros. Posso resumir este pensamento em uma única frase: trate as pessoas como você gostaria de ser tratado. Então, se trate bem. Seja disciplinado com você mesmo como você acha que deve. Só assim, você se mostrará íntegro pro mundo. Os aprendizados vão fluir a partir do momento que você se assumir inteiramente quem você é, em suas virtudes e suas falhas.

Aí mora a reflexão: você está agindo com os outros como você quer que ajam com você? Que sementes você semeia ao seu redor? E o que você projeta pra si? Será que você faz o que acha correto para depois poder colher bons frutos do que semeou? 

Tudo que dedicamos ao próximo - seja o próximo um humano, um animal, planta, pedra, objeto de uso pessoal, tudo - será retribuído. Dê bom dia para dez pessoas e a maioria vai retribuir. Não se importe com quem não te retribuiu. O que te fortalece é o bom dia que você recebeu de volta, porque certamente a pessoa emana para você um sentimento de gentileza e educação. Agrade as pessoas como você gostaria de ser agradado, conforme você puder e achar contundente. Cuide de suas roupas como você cuidaria das roupas de um filho ou de um grande amor. Isso é se comprometer com o próximo, cuidando dele porque cuidar dele também é cuidar de si. Contribuir para o bem estar do próximo gera alegria!

Prosperar não é simplesmente ter o bolso cheio de dinheiro. Isto é consequência por seu trabalho e compromisso. Se cuido bem do meu trabalho, não me faltará recompensa. Se cuido bem das relações com meus pais, não faltará respeito nem amparo de ambas as partes. Cuidando bem do meu cão, terei sua lealdade. É simples! E isso sim é prosperar. 

Prosperar é, antes de tudo, comprometer-se.

É se mostrar disposto a estar presente para que as pessoas, os seres, o espaço que você ocupa, possam contar com você para contribuir positivamente para o crescimento e manutenção deles. Prosperamos quando honramos nossos compromissos, tratamos bem nossos colegas de trabalho, nos comprometemos com nosso lar, com nosso cônjuge, com um filho que nos pede para levá-lo ao parquinho e você diz "Prometo que sábado te levo!". 
Prosperamos quando somos honestos e transparentes em nossos sentimentos. 

A fartura não está no que nos falta como recompensa de trabalho árduo mas sim na alegria de viver que nos sobra. Quem sempre está disposto a dar um pão nunca passa fome!

Hoje minha receita vai ser uma bela oração para meditar e uma reflexão: vocês cuidam dos seus arredores como gostariam de ser cuidados?


Oração de São Francisco de Assis 

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz
Onde houver ódio, que eu leve o amor
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão
Onde houver a discórdia, que eu leve a união
Onde houver dúvida, que eu leve a fé
Onde houver erro, que eu leve a verdade
Onde houver desespero, que eu leve a esperança
Onde houver a tristeza, que eu leve alegria
Onde houver trevas, que eu leve a luz
Ó mestre, fazei-me que eu procure mais consolar que ser consolado
Compreender que ser compreendido
Amar que ser amado
Pois é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado
E é morrendo que se vive para a vida eterna



Um beijo fraterno em todos!


terça-feira, 20 de janeiro de 2015

"Pois esta sou eu"

Hoje vim postar ligeiro. Só queria compartilhar com vocês um texto lindo, que li durante o show da Maria Bethânia que aconteceu no final de semana passado e eu tive a honra de me fazer presente. 

Nele, recebemos um mini-livro com alguns textos que ela mesma recitou no palco e também com o roteiro de músicas que seriam cantadas, divididas em dois atos. O texto que segue se chama Candeeiro, de autoria de Carmen Oliveira

Pareceu que alguém leu minha alma, me escreveu, divulgou pro mundo inteiro e sequer me avisou! Logo eu, que sou tão alegre e espontânea. Reservada e introspectiva. Tudo ao mesmo tempo... 
Cada sentimento com o silêncio e exposição que merece ter.

Candeeiro
Carmen Oliveira

Você quase não sabe nada sobre mim. Uma vez fui morar no alto da colina e fiquei tão abismada com a beleza natural, o rio, a cachoeirinha, a mata, que empilhei uma casa apoiada nas pedras. Morar na casa da colina mudou tudo. Mudou a mim, mudou a vida. Lá, como não havia eletricidade, eu dependia de lampiões e candeeiros para me locomover com gentileza pelo escuro. De noite via os vagalumes incendiando o breu, se a noite estava estrelada, eu dormia fora de casa, e me deslumbrava. Tanta estrela me transportava pra um céu acolhedor. Só tinha anjo lá. 
A casa me ensinou a pertencer a um lugar. O lampião iluminava o ambiente, mas o candeeiro era íntimo. Eu mesma carregava luz por onde ia. Havia uma sensação de amor, difícil de explicar. Era como se eu estivesse transportando amor. Uma carregadeira de amor. 
Você não me vê assim, vê?
Pois esta sou eu. 


"Moço, apague essa candeia
Deixa tudo aqui no breu
Quero nada que clareia
Quem clareia aqui sou eu"
(Encanteria - Maria Bethânia)


sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Movimenta daqui, movimenta de lá

Bom dia, queridíssimos e queridíssimas! 

Uau, quanto tempo, não é? Pois é. Este ano mal começou e já estou atarefada até o teto. Muitas novidades e pouco tempo me resta para postar. Mas não esqueci do meu lindo blog, muito menos de vocês. ;)

Antes de começar a falar um pouquinho do tema de hoje, quero falar sobre a regência deste ano - Planeta Marte, ou, para nós que somos Umbandistas, este ano está sendo regido majoritariamente pela energia de Pai Ogum. O que isso significa? Significa que estamos em um ano de batalhas, de conquistas, de suar a camisa. É o ano de fazer as oportunidades acontecerem: corram atrás, e as portas não pararão de abrir. 

Dentro dos Tronos Divinos, a gente pode dizer que este ano é regido pelo Trono da Lei (claro, com boas pitadas de Justiça, porque se aplicarmos a ordem sem bom senso não temos como ter parâmetro pro que é de ordem e o que não é). Vou explicar melhor: o ano está sendo regido pelo Trono Masculino da Lei - correspondente a Ogum, na Umbanda Sagrada. Então, a energia que nos rege é direcionadora e ordenadora, aspecto negativo/ativo deste Trono, despertando nas pessoas a força interior para batalhar por seus sonhos e conquistar novos horizontes.

Vamos combinar que isso pode dar pepino se você basear seu ano de 2015 só nesse tipo de atitude, certo? 

E é sobre isso que venho falar hoje.

Percebi recentemente que tanto eu e outras pessoas ao meu redor estão com uma forte tendência a batalharem mas estão vendo só o preto no branco e esquecendo as nuances das outras cores. É preciso ter flexibilidade e jogo de cintura para conseguirmos o que queremos e também termos coragem, determinação e força para sabermos o que NÃO queremos. Este post vai ajudar vocês a refletir melhor a respeito. 

Se você se encontra estagnado em uma situação e tem essa força interna de batalha para dar e vender, você pode acabar batendo de frente com algumas pessoas, mesmo sem querer, certo? Durante este ano, os problemas começaram a pular na cara de vocês, justamente porque vocês estão munidos desta força interna regente de 2015 para superá-los e aprender com eles da melhor forma possível. E não vai demorar para isto acontecer - se é que já não está acontecendo. E se acontecer de vocês continuarem a querer resolver seus problemas de uma forma que já não funciona mais? 

Vamos ter que movimentar esse aspecto da vida! Certo? Sim! 
O que acontece se você coloca na cabeça que quer resolver algo e não consegue? Algumas coisas como frustração, revolta, teimosia, tendência a enxergar as coisas como se não tivessem mais jeito - porque o seu jeito de resolver não deu certo, desconfiança demais, etc. Vamos evitar encrencas né, minha gente? 

Para isso, vou ensinar a vocês a despertar o aspecto passivo/positivo do Trono da Lei, ou seja, o Trono Feminino da Lei que, para mim que sou umbandista de plantão, está na regência de Mãe Iansã, a Senhora aplicadora da Lei e redirecionadora da galera que está perdida nesse mundão de meu Deus. :)

A energia de movimentação gera o redirecionamento de caminhos e amplia a nossa mente para novas soluções para o que estamos querendo resolver, ou até mesmo nos leva a concluir que aquele pode não ser o melhor caminho para nós. O Trono Feminino da Lei, por incrível que pareça, nos ensina que desistir ou mudar de plano não necessariamente te faz um perdedor ou uma pessoa que desiste fácil. Até porque, não é uma energia que te direciona para um lugar sem que te dê uma perspectiva futura. É um Trono que só te indica que aquele pode não ser o caminho apropriado para você e que existe algo mais adequado conforme seu merecimento, necessidade e sintonia. Basta você mesmo aguçar este aspecto divino dentro de si.

Agora, a pergunta que não quer calar: como podemos rezar/evocar/despertar este Trono Divino? 

1. Rezando. Rezar é a forma mais simples de chegar a Deus - se um Trono é um fator divino, logo, rezar pedindo auxílio ao Trono Feminino da Lei, é rezar para Deus. E se somos imagem e semelhança de Deus, logo, todos nós somos constituídos por toooodos estes fatores divinos direcionadores, ordenadores, e etc. O que você faz em oração é simplesmente fortalecer um ou mais determinados aspectos de Deus em você mesmo! Bom, em oração, peça para que Deus, Seus Divinos Tronos, os Tronos Regentes Guardiões da Lei Maior e da Justiça Divina e em especial o Trono Feminino da Lei te ampare, de redirecione e renove suas ideias e emoções, consuma negatividades e te dê a clareza para enxergar o que você não consegue ver, para que assim te guie em seus pensamentos, palavras e ações e te direcione para as soluções melhores pros seus problemas ou te direcione para o caminho que mais lhe for adequado conforme os desígnios divinos para sua vida. E, claro, Amém! 
2. Rezar com auxílio de uma vela amarela. Uma vela palito amarela + copo d'água e a mesma oração acima. Consagre o copo d'água e a vela amarela antes, claro, para que estes elementos atuem em seu benefício conforme seus pedidos. Vale ressaltar que a chama da vela amarela tanto emite ondas benéficas para você (no caso ondas movimentadoras e direcionadoras) quanto absorve e consome negatividades e agregações geradas pelos seus próprios pensamentos e por energias vindas de fora também. O copo d'água te purifica e te filtra. Então, vamos combinar que uma oração + estes dois elementos vai dar já uma boa potência nessa mironga, né não?! 
3. Usar pedras. Como pingente, pulseira ou simplesmente amuleto - se você for homem, pode colocar no bolso -, você pode usar pedras como citrino, que é movimentador e pedra do Trono Feminino da Lei. O tamanho da pedra não importa: todas têm o mesmo potencial movimentador e direcionador. Não esqueça de realizar a limpeza dela - caso tenha chegado agora de uma loja - com água e sal grosso e deixá-la 24h no tempo (na janela, por exemplo), para agregar energia solar e lunar. Quando for colocar sua pedra lá, peça para que Deus desperte os poderes daquela pedra em seu benefício. ;) Após estas 24h no tempo - que é o período de consagração -, é só correr pro abraço! Pode usar a pedrinha à vontade. Já que esta pedra gera o movimento, dificilmente você vai agregar negatividades ou estagnar em dogmas, pensamentos, etc. Ela é muito boa para quem tem comércio também, por causa disso: se um cliente traz agregação negativa junto dele, essa agregação logo se dissipa pelo citrino. ;)
4. Usar pedra em preparo de banho ou elixir. Você pode pegar esta mesma pedra consagrada acima e colocar em uma jarra de vidro com água potável, colocar suas mãos espalmadas sobre ela e pedir para que Deus envie suas vibrações divinas através daquela pedra movimentadora e direcionadora, para que aquela água seja consagrada em Seu Nome (entenda "Seu Nome" como "em Nome de Deus", tá?) para te trazer benefícios conforme seus pedidos. Faça todos eles. Deixe um pouquinho ao sol. Observe a quantidade de "bolhinhas de ar" que surgirão na jarra e na pedra. Quanto mais bolhinhas, mais energizada ela está. ^^ O preparo é igual para o banho, sendo que a água não necessariamente pode ser potável. E você pode usar água de chuva! É até melhor, porque a água de chuva é a água sagrada do Trono Feminino da Lei. Altamente movimentadora. Vai ser o suprassumo! 

Bom, minha gente, para finalizar, segue uma oração linda e poderosa à Santa Bárbara, que é a Santa católica que ascendeu ao Trono Feminino da Lei e ocupou sua posição como expressão divina do Pai Criador.

Oração à Santa Bárbara

Santa Bárbara, que sois mais forte que as torres das fortalezas e a violência dos furacões
Fazei que os raios não me atinjam, os trovões não me assustem e o troar dos canhões não me abalem a coragem e a bravura. 
Ficai sempre ao meu lado para que possa enfrentar de fronte erguida e rosto sereno todas as tempestades e batalhas de minha vida, para que, vencedor de todas as lutas, com a consciência do dever cumprido, possa agradecer a vós, minha protetora, e render graças a Deus, criador do céu, da terra e da natureza.
Este Deus que tem poder de dominar o furor das tempestades e abrandar a crueldade das guerras. 
Por Cristo, nosso Senhor. Amém!


"Sou como a haste fina que qualquer brisa verga mas nenhuma espada corta"
(Carta de Amor - Maria Bethânia)

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Renovação

Oi genteeeeeee!!

Quantos acontecimentos, galera! Natal chegando, meu curso de Magia das 7 Ervas Sagras a todo vapor, assim como o curso online de Limpeza e Equilíbrio Energético, mudanças em casa... Todas as mudanças dignas de um bom fim de ano estão acontecendo e eu vim aqui compartilhar com vocês um pouco disso tudo.

Fim de ano é época de mudanças para que o próximo ano se inicie com o pé direito, certo moçada? Sim! E nós estamos munidos de ferramentas como as datas especiais que nos auxiliam nessas transições.

O Natal é comemorado no fim do ano, não é à toa. Assim como o Dia de Ação de Graças (que muitos em outros países comemoram), as festividades umbandistas e as candomblecistas que ocorrem em todo o Brasil para Iemanjá também não são. Toda essa confluência de celebrações proporciona que o momento de transformação aconteça de forma segura, tranquila e, claro, positivaaaaa!!

"Mas Ju, como assim 'segura'?"

Bom, vamos lá: imaginemos que o fim de ano seja como uma mudança de moradia. Você desarruma tudo, guarda coisas e faz a mudança. Quando chega na casa nova, você vê como que seus pertences chegaram: intactos ou quebrados? Se quebrou alguma coisa, por que será? Será que você não guardou bem? Verificou se a pessoa que ia transportar seus pertences era cuidadosa com as caixas da mudança?

É mais ou menos assim que funciona o Ano Novo.

Temos novembro e dezembro como meses recheados de vibrações intensas - boas e, infelizmente, ruins. Ficamos susceptíveis a influências externas negativas, devido a grande quantidade de pessoas desequilibradas que justificam a bebedeira, a ganância, inveja e demais atitudes insensatas como parte da comemoração de fim de ano. As atitudes impensadas das pessoas infelizmente contribuem para que seres trevosos ganhem força nessas ocasiões.

A renovação deve acontecer por partes, sendo que primeiro devemos usar ferramentas (orações, banhos, defumações, entre outras práticas) para diluir, decantar e consumir essas negatividades e, em seguida, usar outras ferramentas para purificar, harmonizar, imantar/magnetizar todo nosso campo ao redor, para que boas energias se sintonizem a essas energias que evocamos.

Seres trevosos são como os transportadores que fingem ser cuidadosos com sua mudança, mas na verdade afanam seus "pertences energéticos". Temos que ficar atentos! As festas de fim de ano são instrumentos concedidos e orientados pelo nosso Criador para que seus filhos estejam bem amparados durante a mudança de um ano para o outro. Basta nos conectarmos às egrégoras dessas festividades e a seus verdadeiros sentidos de existirem, e assim conseguiremos dar nossa repaginada em paz, sem que ninguém do baixo astral influencie em nós.

As festas de fim de ano são abençoadas então, nada de ter medo de beber seu vinho sagrado no Natal por eu ter comentado acima sobre bebedeira, ok? Uma coisa é uma pessoa desequilibrada, sem fé em si mesma e nem nos outros, toda desvirtuada, beber seu vinho (se bobear, bebe o dela, o dos outros e ainda compra mais, e no fim nem lembra de como foi a festa). Outra coisa é você, que tá em paz consigo e com o mundo, dar uma alegrada na sua noite, agindo com sensatez. Ok?! :) O mesmo serve para as outras datas festivas - a não ser que você tenha algum preceito para cumprir, é claro.

O Natal é uma data onde podemos usufruir de vários simbolismos e ímãs energéticos que agregam a paz, a união familiar e a luz. Se quiserem saber mais sobre as funções energéticas dos elementos que usamos no Natal - guirlandas, árvores, etc -, assistam ao vídeo do Luiz Netto, neste link aqui! Ele vai poupar meu post de ser maior que geralmente já é.

Lá, ele fala também sobre a importância de nos sintonizarmos com toda essa luz, gente. Mesmo que você ache que Jesus não nasceu dia 25/12, mesmo que você nem seja lá muito Cristão. Se você tem fé e esta data se aproxima da sua crença religiosa, não desperdice a oportunidade de estar em comunhão com nosso Pai Criador e com o quem ele te concedeu como meio de evolução e amadurecimento: a sua família.

É com sua família que você teve suas primeiras e piores frustrações, justamente por ela ser tão primordial na sua vida. E é também com ela que você aprendeu a andar, a comer, e foi alguém dela que limpou seu bumbum quando você não podia. Foi sua família que tentou te corrigir quando achou que você fazia besteira e foi alguém dela que te apoiou quando você passou por dificuldades.

Se você acha que não dá para passar o Natal em família porque você discorda com atitudes que vê e não se sente pertencente a ela, não se esqueça de que é com estes erros que você critica tanto é que você tem como pensar numa forma de FAZER DIFERENTE quando for a SUA família. Quando forem teus filhos (se já não os tiver), você não vai agir da forma que você não gostava que agiam contigo. Então, ainda que por vias negativas, seja grato por ter estes aprendizados.

Ame sua família pelos erros dela, também, porque é pela dor e pelas falhas que sabemos o que é sadio e sabemos fazer as escolhas mais apropriadas. É conhecendo as trevas que sabemos dar o valor merecido à luz. É convivendo com pessoas impacientes e orgulhosas que aprendemos o valor do perdão, da paciência e da humildade. E também é passando vários Natais com seus entes queridos, que falharam ou ainda falham muito, é que você pode se dispor a ajudar, mesmo que nunca tenham te estendido a mão - até porque não foi à toa que você nasceu naquele lar. Pode ser que não queiram sua ajuda ou sequer sua presença, mas se o seu coração pulsa na concepção de família como um núcleo de união, porto seguro e alicerce para buscar forças pra seguir em frente, então compareça. Faça sua parte! Não se julgue superior. Sua família é feite de gente tão humana quanto você e as pessoas têm falhas, tristezas, frustrações, amores, paz, tudo misturado, como você também tem. Cabe você tomar a iniciativa de querer enxergar. Ainda que tenha que aturar o bom e velho "é pavê ou pacumê?". Reflitam um cadinho!

Meus amores, com o curso online de Limpeza e Equilíbrio Energético (vide link de onde faço) aprendi coisa pra chuchu também. A última aula será semana que vem, já dá até um apertozinho no peito... O curso é tão bom! :) Então, eu tô cheia de coisa pra ensinar pra vocês! São coisas que já foram feitas aqui em casa. Só a última ainda não foi feita, mas eu vou fazer! :D

Como a gente tá no final do ano, vou falar com vocês uma coisa: se vocês não têm hábito de fazer limpezas profundas, esse momento é o ideal para fazerem. Assim, começarão o próximo ano com tudo renovadinho. Uma limpeza profunda contém elementos que são desmagnetizadores de energias, ou seja, vão tornar o campo energético do local/da pessoa algo neutro. Mesmo que você esteja desanimado, lembre-se: tome a iniciativa! Seres de luz reconhecem os esforçados e os protegem com afinco, orientando-os sempre. Vamos começar?!

Para limpeza pessoal, eu recomendo o seguinte: 

Colocar em uma bacia de ágata sal grosso forradinho no fundo, água e um pedaço de carvão compridinho, que fique boiando no centro. Então, você vai colocar seus pés na água, de forma que o carvão fique boiando entre seus pés. Comece a rezar, pedindo para que todas as negatividades sejam retiradas do seu campo energético, do seu corpo etérico, dos seus chacras, recolhendo negatividades, miasmas e larvas astrais, recolhendo desequilíbrios, te limpando. Depois de fazer todos os seus pedidos referentes à limpeza, você joga o carvão fora, a água fora e o sal também. Simples, né?! 

Para limpeza da casa, porque não adianta se limpar e deixar a casa suja, eu recomendo:

Colocar água mineral, sal grosso e fumo de corda em uma bacia. Desfazer o fumo de corda, caso ele esteja muito enroladinho, na água, usando as mãos. Consagre pedindo para que este preparo converta todo o negativo alojado na casa em positivo, desagregando formas-pensamento, larvas e miasmas astrais, negatividades e recolha energias densas. Pode passar pela casa toda com um pano, como quem passa pano úmido com produto químico, entendem?! Ah! O cheiro pode acabar ficando meio forte, então vocês podem passar um pano com cheirinho depois. ;) Ou até mesmo uma água com essência de rosas brancas, que você também pode consagrar, mas pedindo que traga toda paz, energias boas, impedindo que negatividades ganhem força na sua casa e nas pessoas que habitam nela, agregando bons fluidos e estabelecendo a harmonia no ambiente. 

Gente: NÃO ESQUEÇAM DE CONSAGRAR TUDO QUE FAZEM! É importante depositar suas intenções naquele preparado para que ele agregue sua energia também e cumpra seu objetivo de forma plena.

Além disso, se tem uma coisa que deixa a nossa casa mais equilibrada é cheirinho gostoso! Hmmm... Principalmente em um ambiente arrumadinho. E se pudéssemos agregar o bem estar que o aroma proporciona junto do bem estar energético? Seria ótimo, né? Por isso, agora vou ensinar pra vocês um borrifador! Vão funcionar como sprays ambientais, mas que você pode colocar não só no ambiente como em você mesmo - quando chega da rua, por exemplo, para desagregar fluidos vindos de fora com você. Vejam:

Borrifador 

Elementos: álcool, arruda, alecrim, sal grosso, alfazema e garrafinha de borrifar. 
Modo de fazer: colocar o álcool na garrafinha, ocupando ela quase inteira. Depois, os galhinhos de arruda e de alecrim, a gosto. Colocar 3 punhados de sal grosso (se quiser colocar mais um ou menos, tudo bem!). Se você adicionar a ALFAZEMA, ele será borrifador não só de limpeza como de equilíbrio também! 
Uso: para passar nas mãos dos consulentes, se você for dirigente; para passar nas mãos e nos chakras quando chegar em casa; para passar no chão, paredes, espelhos, prateleiras, etc; borrifar em ambientes. 
Consagrar: pedir para que o Criador abençoe e desperte os poderes daqueles elementos para que você possa se beneficiar dele, que ele limpe seu lar, você mesmo e todos aqueles que ao borrifador recorrerem, desagregando energias densas e atraindo harmonia, paz e equilíbrio. Faz a oração que vier na sua cabeça, se quiser!


Para finalizar, já que o nosso papo do post também foi sobre festa, que tal fazer um preparo que fica uma gracinha e ao mesmo tempo, garante que sua casa fique livre de agregações das outras pessoas - principalmente daqueles vuco-vucos que podem ocorrer durante os encontros familiares? E não só nesse momento, mas é uma ferramenta que pode ser usada durante o ano inteiro, viu?! Ele fica mesmo lindinho! Chama-se "Sugador de energias". Vamos ver:

Sugador de Energias

Elementos: um baleiro de vidro, sal grosso, pimenta dedo de moça e um galho modesto de arruda. 
Modo de fazer: forrar o baleiro com sal grosso. Adicionar pimentas, de forma que cubra o sal grosso. Adicione mais sal grosso, até forrar em cima das pimentas. Adicione mais pimentas. Repita as camadas até que ocupe o topo do baleiro. As pimentas devem ocupar a última camada, ou seja, a do topo. No centro, coloque um galho de arruda fincado, de forma que ele fique em pé. 
Uso: suga energias do ambiente (seja casa ou trabalho). 
Consagrar: pedir para que o Criador abençoe aquela ferramenta e desperte os poderes de seus elementos, para que ela filtre energias ruins, livrando o ambiente onde está de toda negatividade, olho grande, feitiço, olho gordo, maligna coisa, garantindo o movimento de energias e desagregando formas-pensamento, larvas e miasmas astrais projetados no ambiente por moradores ou visitantes. 
Troca: quando murchar as pimentas; o galho de arruda deve murchar antes, então só troca o galho de arruda, sem trocar todo o resto; jogue os elementos no lixo e reponha com novos!

É isso, minha gente! Não se esqueçam que nada disso é milagroso... O milagre está em você mesmo! Cultive sua própria luz e externalize-a no que vocês aprendem em banhos ou preparados. Não são as ferramentas que acendem sua luz, mas contribuem para que você continue a expandi-la e não deixe-a apagar!

Um beijo em todos e, caso não poste até lá: um Feliz Natal!!!


"Paz na terra, pede o sino alegre a cantar! Abençoe, Deus Menino, este nosso lar!"